Arquivos Mensais: Fevereiro 2009

Porta aberta

Deixo a porta aberta Atrás de mim a sombra deitada E nos meus passos o silêncio O tenue som da respiração Não cobre o negro escuro A luz acesa Não guarda o vazio E nem mesmo o cambalear das horas … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized

Em ti

Vim ver-te Não te disse para ser segredo Sentei-me calmamente junto a ti Esperei que os teus olhos Perdidos nesse mar imenso Não dessem com os meus perdidos em ti Quando o teu corpo se levantou E os teus passos … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized

Madrugada

Descubro a madrugada Nas mãos cerradas do frio E tomo na minha boca O sopro de uma ultima lagrima É escura a noite assim Nesta rua onde me deito É rápida a queda da humidade E pesa a cada minuto … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized

Adormeci longe de ti

Deitei-me a teu lado enquanto dormias Vi-te sonhar Desta vez o teu corpo não parecia descansar Agitavas a boca na respiração Parecia que falavas irritada As tuas mãos As que abraçam os meus dedos, os cabelos, a boca As tuas … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized

Nova onda novo mar

Nova onda novo mar Marco o meu canto e espero Vens tu primeiro Envolta na tua cor doce Salpicas-me o olhar Tomas as minhas mãos E já na minha boca, páras Nova onda Trazes areia em ti Vens forte, decidida … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized

Nosso poema

No meu poemaÉs luz deitada ao sol na madrugadaSorriso de criança enamorada Olhar seguindo os passos da vontade És o poema Palavras que se envolvem Que se abraçam e se deitam E escrevem na manhã As ondas de um mar … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized