Arquivos Mensais: Maio 2009

Wine

Songs of the wildernessThunders for timeless wordsFriends of dark shadowsParts of nights forgotten Drinking wine near the moonSet the words as stars

Publicado em Uncategorized

Manto

Se me vieres falarE o meu silencio não deixar responderFaz uma pirueta de palavrasPinta o céu de laranjaE deixa um beijo solto numa nota de pianoEu farei do teu encanto o meu cobertorE cobrirei o silêncio no teu aconchegoQuando voltares … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized

I

Is it too soon to dieIs it too hard to cryIs it too far too soon to say goodbyeI just thought you were mineAnd I was blindCan you hear my wordsCan you at least take a look at my morningI … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized

Toi

Et bons tu es partieEt mois je sui a avenirCe ça notre cheminUn inverse des destinesLe jour de mois ce ton noir nuitEt mêmes quand des mains liesLes différences eurent eu notablesL’acceptante et le défiC’est vrai j’ais connuComme avoir une … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized

Quanto te olhar

Quando passares na magra ruela de minha casaEstará uma fresta aberta para te verE frente à minha janela estará um sonhoPerfumado dos teus passosEnvolto no abraço dos teus longos cabelosDeixarei as lágrimas da vergonhaEscorrerem na sombra do teu caminhoE se … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized

O teu olhar

O teu olhar pousado em mim, amorIlumina o dia e dá ao céu uma nova corQuando esse olhar se iluminaNascem na noite milhares de estrelas Essa tua luz é de um sonho bomÉ uma melodia de um novo tomNas tuas … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized

Goodbye

Yesterday I saw you waving goodbyeNow you are holding my handAnd then you say I don’t understandPlease help my mindI dream of your delightful smileFeel the whisper of your breathSaying that you want me besideBut then you shake your headShout … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized

Tu em mim

Eu pensei em nos doisQuando te beijeiVi nos olhos o risoE na boca o teu saborFechei os olhos e fuiCorrendo deitado sobre a sensaçãoFlutuava no imenso sopro do teu corpoE navegava nele e em mimE sentia as tuas maos no … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized

two stones

I tried to findTwo stones to throwOne to the waterTo find the sounds for happinessAnd the otherWell I keep it in my handUnder this black sky of the nightAnd under your fellow windowShould I throw it to call youShould I … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized

In my dreams

I could open my window everydayAnd every day I would see your footstepsThe marking moment of your presenceI could even scent the smile of your hairAnd see the shinning hours of your eyes I could open my arms to youAnd … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized