Pode

Pode haver
A primeira estrela da manhã
E ela seres tu
E o teu olhar nascer primeiro em brilho
E o teu sorriso abrir-se em toda a sua luz

Pode ser
De vento o teu cabelo
E de mar o meu corpo
E levantar-se em tormento e onda quando passas
Longa leve louca
Sobre mim

Pode ter
O tempo a duração da vontade
E seguir nos passos do querer guiado pela sede
E sorver cada bocado de ti
Cada gota de nós dois em nós dois

Pode querer
A estrela ser mais do que o sol
E ocupar o céu inteiro
E ser manhã de ter
E tarde para querer

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.