Arquivos Mensais: Julho 2010

Na tua noite

Não vale escreveres quando não estou lá para receber É como encher a Lua numa noite de nuvens Nem vale cantares baixo a canção que fala de mim Não vou estar a ouvir-te e ninguem sabe que é para mim É … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized

Já viste quem aqui chegou

Já viste quem aqui chegou Se te disser que me arrepioE que me deito à espera de tiE que não há uma gota que não te chameNem um sopro que me acalmeNão há uma voz que me canteNem uma canção … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized

Não

Pode haver uma obra sem palavrasE um silêncio que não se falaUma luz que não se acendeE uma noite que não acabaPode haver um rio que nunca correE uma hora que não duraPode haver uma pintura sem um quadroE pode … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized

Vi-te nua

Eu vi-te nua no céu deitadaVi-te como se da minha mão saltassesComo uma bola encantadaEm cujas curvas leio a sinaEu vi-te nua num céu de fogoE dele veio o teu calorE dele veio a minha noiteEu vi-te nua e no … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized

Hasta ti

Hay momentos que tardan en llegarY momentos qué no quiero ni pensarHay silencios y hay voces a cantarEn tus besos hay un mundo de encantar Hay suspiros que no dejan relajarY fatiga que me hace querer másHay comienzos que no … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized

A pensar em ti

A pensar em tiFechei os olhos e adormeciDeixei-me enlevar no teu perfumeNo teu cheiro de mulherE segui pelo teu braço no abraçoContornei a curva da mãoVivi os dedos e a boca em mimE folheei a árvore do teu jardimVoltou o … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized

Rir

Rir e rir e voltar a rir E depois de respirar ofegante Ouvir ao longe o riso ecoar na vontade Encarar a cara no espelho Perceber onde está o brilho E Rir e rir e voltar a rir E crescer … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized