Eu no Teu mar

Olho hoje de novo
O Teu doce céu azul
Com a eterna imensidão da Tua luz
De costas deitado sobre a água
No sal intenso deste Teu mar
Vivo o Teu balancear sob mim
No abraço e no largar
No teres-me em Ti
E no deixares-me caminhar por mim
No saber-me Teu, entregue a mim
Todo Teu em tudo para mim
Vivo cada uma destas ondas conTigo
E agradeço
O deitar o meu corpo em água
Sabê-la de sal e vê-la vestida de azul
Sentir o calor da vida
No sol, no sal e no sabor
E saber-Te em mim por dentro e por fora

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.