Arquivos Mensais: Maio 2012

Papel perdido

Deixa que a porta se abra E as palavras sejam as ultimas a desaparecerem Deixa que a noite seja A parte negra da tua história E o beijo a força da tua vontade Deixa enfim que a escolha de hoje … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Eu pedra solta

Fosse eu um livro E as palavras que dele saissem Seriam denunciadas E presas pelo cansaço Acabariam mortas de vergonha Ou seriam abandonadas no terreiro do esquecimento Fosses tu o olhar E vazarias as ruas do Paço E descobririas cor … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário