Horas tuas

Meia-noite sem pensar
Sete horas sem dormir
Ver passar-te em mim
De uma mão para um pé
De um olhar para uma palavra
Uma boca entreaberta
E um dedo erguido a apontar
Uma voz que se quer
E um silêncio perdido em riso
Uma noite e um desejo
Meio-dia acordado
Dois dias para te encontrar
Uma frase perdida apenas para te chamar
Que queres?
Quero tanto mais do que te pergunto

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.