Arquivos Mensais: Dezembro 2013

Às vezes não

Às vezes tenho tanta certeza Da verdade que em mim corre Que a realidade é apenas um mero detalhe Que se estende diante do meu olhar Por sorte a certeza mostra-se sempre tão certa Apenas quando estou comigo No mais … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized

Aqui agora

Agora Agora quero sonhar Escrever sorriso e deixá-lo voar Entre os risos de nuvens pintadas E as vozes roufenhas das gaivotas assustadas Passar na água descalço E molhar as calças vestidas Correr sem fim nem parar Para deixar o tempo … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized

Brincar contigo

Entrego-te a mão Como se de um baralho se tratasse Para que com os dedos possas jogar as cartas dos sonhos E venças com os trunfos que neles descobres E cubras os olhos com a mascara de dois dedos curvados … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized

Sonho

A noite é pequena de mais para o sonho O sonho é bom de mais para ser verdade A verdade está longe do desejo O desejo não te diz o que sinto O que sinto é mais do que uma … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized

Temores

Temo que o silêncio se tenha tomado de amores pelas minhas palavras E no verso do pensamento as tenha levado Para o infinito do seu amor E a solidão que timidamente se cobria de sonhos Tenha agora de enfrentar o … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized

Passos do tempo

Foste caminhando Lentamente Passo a passo Entre as dores dos anos E os dentes perdidos do tempo Em ti apenas a bengala se mostrava sólida Verdadeiramente rígida Na fragilidade estranha da madeira Seguravas os invernos entre os ossos E escondias … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized