Aquivos por Autor: José Faria Machado

Lua

Tu Lua cheia Lua grande Que trazes na luz Todos o beijos que dou Na sombra dos teus caminhos Tu Lua cheia Lua grande Que guardas à noite Todos os sonhos do mundo Para dares ao Sol E ele à … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Sonho-te

Todos os dias te sonho de forma diferente Uns dias sonho-te em céu E a tua imensidão completa o meu olhar Despertas o dia Percorres as horas do meu pensamento E até adormecer Cobres-me com o teu abraço Outros dias … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

A tua boca

O suave ondulado da tua boca Meneia as palavras numa dança sensual Contorna as letras Esconde a língua e desenha em sombra os dentes Parada mostra-se quente Abre de novo lentamente Num suave sopro sussurra um aroma só teu Sorris … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Enquanto o dia passa

Os poemas não são de quem escreve Nem são tão pouco de quem lê Os poemas são das palavras E de quem os dita aos dedos E quem dita é o pensamento O mesmo que te traz ao meu olhar … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Segunda-feira

Não vejo os sonhos em que te beijo Nem sei dos sabores onde te sinto Sei que te quero em mim Que as horas são curtas para te ver E longas quando te espero Sei que os olhos se beijam … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Sexta-feira

Se pudesse dizia-te um segredo Chegava perto do pescoço Mergulhava lentamente no teu perfume Tocava os cabelos E para te ter mais perto pegava-te na mão Rodavas sobre mim Sentíamos a respiração tocar-nos A boca junto da tua orelha E … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Tu poema

Cresceste em verso Fizeste-te poema E levaram-te Primeiro num ditado Fizeste a noite de uma só voz Foste aplaudida e querida Levaram-te de novo Recitaram-te Foste na força dos braços Levada ao alto da voz que te disse E de … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário